A A | V Versículos

O Poder de Davi

1 Crônicas 11:1-25

1 Todo o povo de Israel foi encontrar-se com Davi em Hebrom e disse:

— Nós pertencemos ao mesmo povo que você, ó rei. 2 No passado, quando Saul era o nosso rei, você comandava o povo de Israel na batalha. E o Senhor, seu Deus, prometeu que você seria o protetor e o chefe do povo dele.

3 Assim todos os líderes de Israel foram se encontrar com Davi em Hebrom. Davi fez um acordo sagrado com eles, eles o ungiram, e ele se tornou rei de Israel, como o Senhor Deus havia prometido por meio de Samuel.

4 O rei Davi e todos os israelitas foram atacar a cidade de Jerusalém. Nessa época a cidade se chamava Jebus, e os jebuseus, os primeiros moradores daquela terra, ainda moravam ali. 5 Os jebuseus disseram a Davi que ele nunca entraria na cidade, mas ele conquistou a fortaleza de Sião, e ela passou a se chamar Cidade de Davi. 6 Davi disse:

— O primeiro que matar um jebuseu será o comandante do exército.

Joabe, cuja mãe era Zeruia, dirigiu o ataque e se tornou o comandante. 7 Assim Davi ficou morando na fortaleza, e por isso ela foi chamada de “Cidade de Davi”. 8 Ele construiu a cidade de novo, começando pelo lugar que havia sido aterrado no lado leste do monte Sião, e Joabe reconstruiu o resto da cidade. 9 Davi foi ficando cada vez mais forte porque o Senhor Todo-Poderoso estava com ele.

10 Esta é a lista dos famosos soldados de Davi. Junto com o resto do povo de Israel, estes soldados ajudaram Davi a se tornar rei, como o Senhor Deus havia prometido, e conservaram forte o seu reino.

11 O primeiro foi Jasobeão, do grupo de famílias de Hacmoni. Jasobeão era o líder do grupo chamado “Os Três”. Com a sua lança ele lutou contra trezentos homens e os matou numa só batalha. 12 Depois dele, entre os famosos “Três”, vinha Eleazar, filho de Dodo, do grupo de famílias de Aoí. 13 Eleazar lutou ao lado de Davi contra os filisteus na batalha de Pas-Damim. Ele estava numa plantação de cevada quando os israelitas começaram a fugir. 14 Então Eleazar e os seus soldados ficaram no meio da plantação e lutaram contra os filisteus. E o Senhor lhe deu uma grande vitória.

15 Um dia, três dos trinta oficiais foram até uma rocha perto da caverna de Adulã, onde Davi estava, enquanto que um bando de filisteus acampava no vale dos Gigantes. 16 Um grupo de filisteus havia ocupado a cidade de Belém, e Davi se encontrava na fortaleza. 17 Então ele suspirou e disse:

— Como eu gostaria que alguém me trouxesse um pouco da água do poço que fica perto do portão de Belém!

18 Então “Os Três” passaram pelo meio do acampamento dos filisteus, tiraram água do poço e levaram para Davi. Mas ele não quis beber daquela água; em vez disso, a derramou como oferta a Deus 19 e disse:

— Ó Deus, eu não poderia beber desta água! Isso seria o mesmo que beber o sangue destes homens que arriscaram a sua vida para trazê-la!

E assim ele não tomou daquela água.

Foram essas as coisas que fizeram os famosos “Três”.

20 Abisai, irmão de Joabe, era o líder dos famosos “Trinta”. Com a sua lança ele lutou contra trezentos homens e os matou, ficando famoso entre “Os Trinta”. 21 Abisai foi o mais famoso dos “Trinta” e se tornou o seu líder, mas ele não foi tão famoso quanto “Os Três”.

22 Benaías, filho de Jeoiada, da cidade de Cabzeel, foi um soldado famoso e praticou muitos atos de coragem. Ele matou dois grandes soldados moabitas. Num dia de neve, um leão caiu numa cova. Benaías desceu lá e o matou. 23 Matou também um egípcio, um homem muito grande, de dois metros e vinte de altura, que estava armado com uma lança enorme, muito grande e pesada. Benaías atacou o egípcio com o seu bastão, arrancou a lança da mão dele e o matou com ela. 24 Esses foram os atos de coragem de Benaías, que foi um dos “Trinta”. 25 Ele tinha uma posição de destaque entre “Os Trinta”, mas não foi tão famoso quanto os “Três”. Davi o pôs como chefe da sua guarda pessoal.

A Criação
Adão e Eva
Caim e Abel
O Grande Dilúvio
A Torre de Babel
Deus Chama Abraão
Sodoma e Gomorra
A Obediência de Abraão
Isaque se Casa com Rebeca
Os Direitos de Esaú
Isaque Abençoa Jacó
Jacó e Labão
Jacó Luta
Vingança contra Siquém
José na Prisão
José como Governador
Reencontro de Família
O Nascimento de Moisés
O Espinheiro em Chamas
As Dez Pragas
O Êxodo
O Mar Vermelho
O Bezerro de Ouro
Explorando a Terra
A Rebelião de Corá
Balaque e Balaão
Raabe e os Espiões
A Queda de Jericó
O Disfarce dos Gibeonitas
Débora e Baraque
Gideão como Juiz
A Ambição de Abimeleque
Sansão como Juiz
Rute, Noemi e Boaz
Nasce Samuel
Samuel, o Profeta
Saul se Torna Rei
A Bravura de Jônatas
A Desobediência de Saul
Davi Mata Golias
Davi e Jônatas
Nabal e Abigail
A Morte de Saul
O Sucesso de Davi
Davi e Bate-Seba
Amnon e Tamar
Absalão
A Sabedoria de Salomão
Jeroboão e Roboão
O Desafio de Elias
Deus Fala com Elias
Micaías, o Profeta
Carruagem de Fogo
Eliseu Cura Naamã
Fome e Descrença
Joás e Joiada
Ezequias Confia em Deus
O Reino de Josias
A Queda de Jerusalém
O Poder de Davi
O Censo de Davi
Josafá e Acabe
Esdras Reconstrói o Altar
Neemias Constrói a Muralha
Oposição Inimiga
A Justiça de Neemias
Ester Salva os Judeus
Jó é Testado
A Visão de Ezequiel
A Fornalha Acesa
A Cova dos Leões
Jonas
Nasce Jesus
Os Reis Magos e o Rei Herodes
Jesus é Tentado
Jesus Alimenta 5 Mil
O Pão da Vida
Jesus Caminha nas Águas
O Bom Samaritano
O Filho Perdido
Jesus Ressuscita Lázaro
Jesus e Zaqueu
A Entrada Triunfal
A Última Ceia
O Julgamento de Jesus
A Crucificação de Jesus
A Ressurreição de Jesus
Jesus' Ascension
Vem o Espírito Santo
A Coragem dos Apóstolos
Ananias e Safira
Felipe e o Eunuco
Saul Encontra Jesus
Pedro e Cornélio
Paulo em Corinto
Paulo em Éfeso
Paulo Vai para Roma